Seja bem-vindo(a)!!!

Obrigada por acessar o blog. Fique à vontade para deixar comentários.

Divirta-se!

quinta-feira, 9 de junho de 2016

Ai ai que leitinho bom...


Estamos há dois meses com amamentação exclusiva e livre demanda. Viva!  pra mim é uma alegria conseguir amamentar minha segunda filha, principalmente não tendo conseguido amamentar meu primeiro. Talvez você já tenha amamentado ou tido alguém próximo que amamentou e saiba o que eu vou falar aqui, mas se você nunca passou por essa experiência, vou te confidenciar uma coisa: amamentar é mais difícil que parir. E olha que parir hoje no Brasil não tá nada fácil...

A primeira coisa que torna a amamentação tão penosa é a insegurança. E não existe bichinho mais inseguro que mãe de primeira viagem. Qualquer coisa que acontece já nos deixa desesperadas, pensando no que estamos fazendo de errado e se não tivermos muito apoio a amamentação tende ao fracasso.
Outra coisa que pode comprometer o aleitamento é a desinformação ou informações incorretas. Sim, os pintacos e comentários do tipo: "seu leite é fraco" ou "no peito de novo? Será que você tem leite suficiente?" atrapalham e muito.  portanto, se não for uma palavra de incentivo, fique calado que é melhor.
E por mais estranho que pareça, muitos médicos não entendem NADA de amamentação. Sério. Fico pasma com o monte de orientação equivocada que nós mães recebemos sobre esse assunto, inclusive com prescrição desnecessária de complementação com leite artificial...
Felizmente, existem outros profissionais bem preparados pra nos ajudar.  
Eu fui muito bem orientada pelas enfermeiras do Sofia Feldman, pelo enfermeiro do centro de saúde e pela atual pediatra dos meninos. A anterior me disse, na consulta de 10 dias que "o bebê estava passando fome" e prescreveu mamadeira,  o que culminou num desmame precoce com 18 dias. Os bancos de leite também estão preparados pra orientar as mães que estão com dificuldades.
Sem contar o cansaço e as complicações como pega incorreta, fissuras e mastites que tornam a amamentação um desafio diário. Mas dessa vez estou diariamente buscando informações sobre amamentação no Grupo virtual de amamentação,  que além de textos tem as moderadoras que tiram dúvidas e recebo apoio de outras mães que estão amamentando também. Temos um grupo no whatsapp e mesmo conhecendo a maioria apenas virtualmente, trocar experiências com elas tem ajudado muito.
Se você conhece uma mãe que amamenta, ofereça um copo de água e dê parabéns. Ela merece.