Seja bem-vindo(a)!!!

Obrigada por acessar o blog. Fique à vontade para deixar comentários.

Divirta-se!

sábado, 6 de agosto de 2016

Pokémon Go, Jogos Olímpicos e Militância na internet

A interação social por meio das redes sociais e aplicativos de troca de mensagens como o whatsapp se tornou tão comum na nossa vida que considero que a maioria das pessoas possui duas identidades: a real - offline, cara a cara, e a virtual, que aparece quando estamos conectados á internet.
Muitas vezes essas duas identidades são completamente diferentes. Na virtual somos corretos, politizados, livres de preconceitos, divertidos e até baladeiros. Na real, mal humorados, sedentários, vamos empurrando as obrigações com a barriga e não temos a menor disposição para nos inteirarmos dos problemas na comunidade, muito menos em alguma maneira de resolvê-los.
É claro que essa é uma generalização e eu me incluo nela. Publico muito mais momentos felizes, ou pelo menos, mostro apenas o que quero mostrar. Deixo a preguiça, impaciência e birras restritas ao convívio  dos mais íntimos. No entanto, tenho observado que cada vez mais a identidade virtual influencia as relações na vida real. Já fiquei com antipatia de algumas pessoas graças á seus comentários e posts no Facebook que considerei ofensivos ou preconceituosos, mas também já usei (e uso) essas mesmas redes sociais para manter contato com pessoas especiais e promover encontros pessoalmente.
Um movimento que sempre existiu, e que vem se fortalecendo com as facilidades da internet, é o que eu chamo de "departamento de regulação da vida dos outros." Sim, nós humanos temos a tendência de achar que sabemos a melhor forma de viver e acabamos criando na nossa cabeça vários protocolos de como aproveitar o tempo, o que comer, como se vestir, como educar filhos e nos esquecemos que cada um tem sua maneira de ser. 
Eu por exemplo, não gosto de jogos. Prefiro ler ou escrever. Portanto, me ver caçando Pokémons é algo bastante improvável, o que não me dá o direito de julgar ou ofender quem faz.
Outro acontecimento que despertou as mais diversas emoções e opiniões foi a cerimônia de abertura dos jogos olímpicos do Rio, ontem.
Eu achei bonito, diverso e criativo. Fiquei positivamente surpresa, apesar de não ter tido paciência para assistir na íntegra. Despertou em mim uma pontinha de orgulho e otimismo, pois em meio á tantas dificuldades no nosso país e em outros existem interesses comuns e atletas talentosos e muito esforçados que estão tendo a chance de alcançarem seus objetivos. Não sou ingênua, sei que temos muitos problemas de saúde, educação, segurança e moradia e que foi investido muito dinheiro nessas olimpíadas. Mas não consigo enxergar nenhum benefício em ser uma odiadora e ficar procurando defeitos só porque estou insatisfeita com as mazelas do meu país.
Utilizar a internet para divulgar nossos pensamentos e opiniões e militar a favor das causas que defendemos é válido. Fico feliz demais de receber comentários sobre educação não violenta e parto humanizado e saber que várias pessoas estão tendo contato com esses assuntos pelos meus posts. Mas se a moça que eu encontrei no ônibus ligar pra maternidade humanizada e começar a fazer o pré natal em um lugar respeitoso e digno, isso vale  mais que mil curtidas.