Um aninho


Há um ano atrás mesmo horário não conseguia encontrar posição pra pra dormir devido ao início das contrações. Algumas horas depois nascia Daniel, com seus expressivos olhos castanhos e bochechas rosadas. 
É até difícil acreditar que foi apenas um ano que passou desde o dia em que ele chegou, tamanhas foram as mudanças e intensidade das emoções. Ficamos sem dormir, dormimos juntinhos, chorei de cansaço, medo e preocupação. Senti orgulho de suas pequenas conquistas, aprendi a decifrar e entender seus desejos e conheci um amor que não cabe no peito. Cheguei a duvidar se gostaria da minha nova vida tão intensamente dedicada ao cuidado de outro ser. Hoje sou grata e feliz pela oportunidade de vivenciar tudo isso, por ter você em nossas vidas e pelo seu primeiro aniversário.
Parabéns, Dandan!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

É preciso amar as pessoas como se não houvesse amanhã...

Todo mundo entende de política agora?

Saúde: Aftas Bucais